Carlos Cruz Diez

Carlos Cruz Diez
Carlos Cruz Diez

CARLOS CRUZ-DIEZ
(1923)

Nasceu em Caracas; Venezuela.

Apresentou a sua primeira exposição individual no Instituto Venezolano Americano, Caracas, em 1947. Entre 1955-56 viveu perto de Barcelona, fez duas visitas a Paris e começou a desenvolver estudos intensos sobre as propriedades da cor. Abriu um estúdio de artes visuais e de design industrial em Caracas em 1957. Foi assistante do Director da Escola de Belas Artes em Caracas e professor de design tipográfico na Universidade Central da Venezuela entre 1958-60.

Em 1957, as formas abstractas orgânicas do seu trabalho evoluem para formas geométricas e faz experiências com imagens de padrões e cores contrastantes. Em 1959 as suas experiências com os efeitos da alteração da radiação levou-o à criação das suas primeiras ’Physichromies’. Mudou-se para Paris em 1960 e associou-se a Soto, Camargo e outros artistas Latino-Americanos que ali trabalhavam. O seu trabalho posterior inclui algumas instalações de grandes dimensões.

Foi representante da Venezuela na Bienal de Veneza 1970.

Artista venezuelano residente em Paris, é considerado uma das figuras centrais da arte cinética. Estudou na Escola de Artes Plásticas de Caracas da qual foi, mais tarde, professor de artes gráficas. Em 1940-45 foi director artístico do ramo venezuelano da Agência de Publicidade McCann-Erickson. Dirigiu a cátedra de investigações cinéticas na Escola Nacional Superior de Belas Artes, em Paris.

Ver Obras
Gostou de alguma obra?