Manabu Mabe

Manabu Mabe

MANABU MABE

(1924-1997)


Nasceu em Kumamoto; Japão.

 

Pintor, gravador, ilustrador. De Kobe, Japão, emigra com a família para o Brasil em 1934, para dedicar-se ao trabalho na lavoura de café no interior do Estado de São Paulo. Interessado em pintura, começa a pesquisar, como autodidata, em revistas japonesas e livros sobre arte. Em 1945, na cidade de Lins, aprende a preparar a tela e a diluir tintas com o pintor e fotógrafo Teisuke Kumasaka. No fim da década de 1940, em São Paulo, conhece o pintor Tomoo Handa (1906-1996) a quem apresenta seus trabalhos. Integra-se ao Grupo Seibi e participa das reuniões de estudos do Grupo 15. No ano seguinte adquire conhecimentos técnicos e teóricos com o pintor Yoshiya Takaoka (1909-1978). Nos anos 1950 toma parte nas exposições organizadas pelo Grupo Guanabara. Em 1957 vende seu cafezal em Lins e muda-se para São Paulo para dedicar-se exclusivamente à pintura. No ano seguinte, recebe o Prêmio Leirner de Arte Contemporânea. Em 1959, é homenageado com o artigo intitulado The Year of Manabu Mabe [O ano de Manabu Mabe], publicado na revista Time, em Nova York. Conquista prêmio de melhor pintor nacional na 5ª Bienal Internacional de São Paulo e prêmio de pintura na 1ª Bienal de Paris. Nos anos 1980 pinta um painel para a Pan American Union em Washington, Estados Unidos; ilustra O Livro de Hai-Kais, tradução de Olga Salvary e edição de Massao Ohno e Roswitha Kempf; e elabora a cortina de fundo do Teatro Provincial, em Kumamoto, Japão.

 

Nascimento/Morte:

 

1924 - Kumamoto (Japão) - 14 de setembro. Naturaliza-se brasileiro em 1960;

 

1997 - São Paulo SP;

 

Vida Familiar:

 

Pai dos artistas plásticos Ken Mabe (1952) e Yugo (1955).

 

Formação:

 

1932/1934 - Japão - Realiza estudos primários;

 

ca.1945 - Lins SP - Aprende a preparar a tela e a diluir tintas com o pintor e fotógrafo Teisuke Kumasaka;

 

ca. 1945/ca.1950 - Lins SP - Estuda como autodidata, lendo revistas de arte japonesas e coleções de livros de arte;

 

1948 - São Paulo SP - Adquire conhecimentos técnicos e teóricos sobre pintura, com o pintor;

 

Cronologia:

 

Pintor, gravador, ilustrador.

 

1934/1937 - Birigui SP - Tendo emigrado com a família, a bordo do navio "La Plata Maru", dedica-se ao trabalho na lavoura de café;

 

1937/1940 - Guararapes SP - Muda-se com a família;

 

1940/1957 - Lins SP - Fixa residência;

 

1945 - Lins SP - Inicia-se na pintura a óleo;

 

1947 - São Paulo SP - Conhece o pintor Tomoo Handa (1906 - 1996) e apresenta seus trabalhos;

 

1947 - São Paulo SP - Membro do Grupo Seibi;

 

1948/ca. 1951 - São Paulo SP - Participa com os artistas Yoshiya Takaoka, Tomoo Handa, Shigueto Tanaka, entre outros, das reuniões de estudos do Grupo 15;

 

1951 - São Paulo SP - Integra o Grupo Guanabara;

 

1956/1957 - Realiza os primeiros trabalhos não figurativos;

 

1957- Lins SP - Vende o cafezal para decicar-se apenas à pintura;

 

1957/1997 - São Paulo SP - Fixa residência;

 

1959 - Nova York (Estados Unidos) - A revista Time publica o artigo O Ano de Manabu Mabe;

 

1960 - Uruguai - Realiza viagem;

 

1960 - Estados Unidos e Europa - Realiza viagem;

 

1960 - Ilustra os livros Kappa, de Ryunosuke Akutagawa, e Estrela Descalça de Lilia A. Pereira da Silva;

 

1962 - Executa tapeçarias;

 

1963 - São Paulo SP - Realiza painel para o Banco de Crédito Real de Minas Gerais;

 

1963 - Peru - Realiza viagem;

 

1973 - Funda a Exposição de artes plásticas Brasil-Japão;

 

1980 - Washington (Estados Unidos) - Pinta painel para a Pan American Union;

 

1980 - Ilustra O Livro de Hai-Kais, tradução de Olga Salvary e edição de Massao Ohno e Roswitha Kempf;

 

1982 - Kumamoto (Japão) - Elabora a cortina de fundo do Teatro Provincial, no Centro Cultural de Kumamoto;

 

1983 - Japão - Realiza painel para o New Sky Hotel;

 

1998 - São Paulo SP - Lançamento do livro Chove no Cafezal Exposições Individuais;

 

1957 - Lins SP - Individual, no Clube Linense;

 

1959 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Barcinski;

 

1960 - Montevidéu (Uruguai) - Individual, no Instituto de Cultura Uruguaio-Brasileiro;

 

1960 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Galeria Time-Life;

 

1960 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no MAM/RJ;

 

1960 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Sistina;

 

1961 - Buenos Aires (Argentina) - Individual, na Galeria Rubbers;

 

1961 - Montevidéu (Uruguai) - Individual, no Centro de Artes y Letras;

 

1961 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, no Time-Life;

 

1961 - Paris (França) - Individual, na Galerie La Cloche;

 

1961 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Barcinski;

 

1961 - Roma (Itália) - Individual, na Galleria Del´Obelisco;

 

1962 - Paris (França) - Individual, na Galerie La Cloche;

 

1962 - Trieste (Itália) - Individual, na Galleria La Cavana;

 

1962 - Veneza (Itália) - Individual, na Galleria Il Canale;

 

1962 - Washington (Estados Unidos) - Individual, na Pan American Union;

 

1963 - Salvador BA - Individual, na Galeria Querino;

 

1964 - Lima (Peru) - Individual, no Instituto de Arte Contemporânea;

 

1964 - Roma (Itália) - Individual, na Galleria D’Arte Della Casa do Brasil;

 

1967 - Belo Horizonte MG - Individual, no MAP;

 

1967 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Astréia;

 

1968 - Cidade do México (México) - Individual, na Galeria Merk-Up;

 

1968 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Catherine Viviano Gallery;

 

1969 - Lisboa (Portugal) - Individual, na Galeria Buchholz;

 

1969 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta;

 

1970 - Houston (Estados Unidos) - Individual, no Museum of Fine Arts;

 

1970 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Catherine Viviano Gallery;

 

1970 - Tóquio (Japão) - Individual, na Takashimaya Art Gallery;

 

1971 - São Paulo SP - Individual, Galeria de Arte Ipanema;

 

1971 - São Paulo SP - Individual, na Galeria Documenta;

 

1973 - Tóquio (Japão) - Individual, no Tokuma Art Gallery;

 

1974 - São Paulo SP - Individual, na A Galeria;

 

1975 - São Paulo SP - Retrospectiva, no Masp;

 

1976 - Londres (Inglaterra) - Individual, na Stephen Maltz Fine Arts Gallery;

 

1977 - São Paulo SP - Individual, na Galeria de Arte André;

 

1978 - Kamakura (Japão) - Individual, no Kamakura Museum of Art;

 

1978 - Kumamoto (Japão) - Individual, no Kumamoto Museum of Art;

 

1978 - Osaka (Japão) - Individual, no National Museum of Art;

 

1980 - Miami (Estados Unidos) - Individual, no The Lowe Art Museum;

 

1980 - Washington D. C. (Estados Unidos) - Individual, no Museum of Modern Art of Latin America;

 

1981 - Paris (França) - Individual, na Realidade Galeria de Arte;

 

1982 - Miami (Estados Unidos) - Individual, no Meeting Point Art Center;

 

1982 - Nova York (Estados Unidos) - Manabu Mabe, na Kouros Gallery;

 

1982 - Paris (França) - Individual, na Realidade Galeria de Arte;

 

1983 - Cidade do Panamá (Panamá) - Individual , na Galeria Arteconsult;

 

1983 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Kouros Gallery;

 

1983 - São Paulo SP - Manabu Mabe: obras recentes, na Galeria de Arte André;

 

1984 - Estocolmo (Suécia) - Individual, na SAC;

 

1984 - Paris (França) - Individual, na FIAC;

 

1984 - Rio de Janeiro RJ - 60 Anos de Mabe, na Realidade Galeria de Arte;

 

1984 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Realidade Galeria de Arte;

 

1985 - Londres (Inglaterra) - Manabu Mabe, na I. CAF;

 

1986 - Rio de Janeiro RJ - Manabu Mabe, na Realidade Galeria de Arte;

 

1986 - São Paulo SP - Manabu Mabe: obras recentes, no Masp;

 

1987 - Paris (França) - Individual, na FIAC Grand Palais;

 

1988 - Paris (França) - Individual, no Espace Latino-Americain;

 

1989 - Nova York (Estados Unidos) - Individual, na Kouros Gallery;

 

1990 - Belo Horizonte MG - Retrospectiva, na Novo Tempo Galeria de Arte;

 

1990 - Brasília DF - Individual, na Visual Galeria de Arte;

 

1991 - Nagoya (Japão) - Individual, na Saito Gallery;

 

1991 - Osaka (Japão) - Individual, na Yamaki Art Gallery;

 

1991 - Paris (França) - Individual, na Galeria Debret;

 

1992 - Kumamoto (Japão) - Individual, no Tsuruya Art Gallery;

 

1992 - São Paulo SP - Individual, no Museu da Casa Brasileira;

 

1992 - Tóquio (Japão) - Individual, Murauchi Art Gallery;

 

1995 - São Paulo SP - Manabu Mabe: 50 anos de pintura, na Galeria de Arte André;

 

 

 

Ver Obras
Gostou de alguma obra?