Algoritmo cria obra de arte com nuvem de dados sobre o espectador

Algoritmo cria obra de arte com nuvem de dados sobre o espectador

Muito se fala sobre o poder da inteligência artificial (I.A.) em identificar rostos em meio a multidões. Mas como de fato a máquina nos vê? A partir dessa premissa, o estúdio Ultravioletto, de design interativo, criou a obra Neural Mirror. À primeira vista, parece um espelho comum. Na realidade, trata-se de um painel OLED, com uma câmera de detecção de profundidade.

Quando o espectador se coloca de frente para o equipamento é escaneado e sua imagem converte-se em uma nuvem de dados sobre sexo, características físicas e estado emocional.

Em tempo real, um algoritmo reorganiza essas informações sob a forma de uma figura espectral. O objetivo da instalação, segundo seus criadores, é nos fazer refletir sobre o “eu” no espaço físico e no espaço-tempo digital.

 

Quando o espectador se coloca de frente para o equipamento, é escaneado e sua imagem converte-se em uma nuvem de dados sobre sexo, características físicas e estado emocional .

Posts Relacionados