Eduardo Dias

Eduardo Dias

Eduardo Dias 
Nascimento/Morte (1872 - 1945)

1872 - Desterro, atual Florianópolis SC - 19 de fevereiro

1945 - Florianópolis SC - 27 de outubro

Formação

Desterro, atual Florianópolis SC - Estuda pintura e desenho com um conhecido pintor da cidade, Manoel Francisco das Oliveiras, conhecido como Maneca Margarida

1884 - Desterro, atual Florianópolis SC - Cursa o primário e passa a exercer a profissão de sapateiro

Cronologia

Pintor, muralista, escultor, restaurador, cenógrafo

Desterro, atual Florianópolis SC - Faz a pintura do teto da Igreja Nossa Senhora do Rosário

 Desterro, atual Florianópolis SC - Faz a pintura de Cenas Bíblicas e Vias-Sacras das Igrejas Nossa Senhora do Parto e do Saco dos Limões

 Desterro, atual Florianópolis SC - Restaura as pinturas da Igreja Ortodoxa, as Vias-Sacras das Igrejas do Menino Deus e Nosso Senhor dos Passos, as imagens do Sagrado Coração de Jesus e de Nossa Senhora de Lourdes da Catedral Metropolitana

Desterro, atual Florianópolis SC - Pinta as imagens de São Sebastião, Nossa Senhora dos Navegantes e Batismo de Cristo, as duas últimas pertencentes ao acervo do Masc.

Desterro, atual Florianópolis SC - Faz vários desenhos retratando personalidades como Cônego Eloi Medeiros, José Boiteux, José Veiga, Paula Ramos, Hercílio Luz, Cruz e Sousa, Oswaldo Cruz e Rui Barbosa

Desterro, atual Florianópolis SC - Elabora cenários para as seguintes operetas e revistas musicais, Casa dos Brinquedos e Jardim Maravilhoso de Clementino Brito e Ouro sobre Azul de Odilon Fernandes

Desterro, atual Florianópolis SC - Faz os relevos da fachada do antigo Asilo de Órfãs, hoje sede do IPUF

1896 - Florianópolis SC - O governador Hercílio Luz propõe ao artista uma bolsa do Governo para que estude na Escola Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro, o pedido é encaminhado a Assembléia Legislativa mas é rejeitado pelo Partido Oposicionista

1896 - Florianópolis SC - Nomeado investigador policial pelo Interventor Federal Nereu Ramos, para que saísse do estado de miséria em que vivia

1918 - Florianópolis SC - Amigos e admiradores do artista promovem um festival no Teatro Álvaro de Carvalho em seu benefício. Na ocasião, o secretário do Interior e Justiça oferece-lhe uma medalha de ouro da Comissão de Festejos do Jubileu de Rui Barbosa

1948 - Florianópolis SC - O pintor Martinho de Haro apresenta um quadro de autoria do artista, para representar o Estado de Santa Catarina, na Exposição de Arte Contemporânea

Ver Obras
Gostou de alguma obra?